sexta-feira, 6 de março de 2009

E as plantinhas?

Eu sou meio mandão, do tripo mimado, sabem? Que não experimentam algo só por implicancia. Claro que hoje, consicente desse lado, as coisas são diferentes, mas eu ainda como o que quero, porque quero.

Então foi uma decisão pessoal não comer carne. Não foi exigência dos amigos, não foi para proteger o mundo ou os animais ou por uma filosofia criada do outro lado do mundo. Só quis. Claro que exemplos ajudam e muito. E objetivos também, mas não é esse o foco.

Isso, aliado a natural curiosidade humana que quer sempre saber as razões, que querem sempre contra argumentar com motivos diferentes e que querem sabe-se la oque, me levou a ler um pouco mais e a este texto interessante*, resposta à questão mais comum que eu inclusive ja expus aqui (no que eu pensava e falava, hehe): não come carne? Mas por que pode matar plantas?

Lá lerão, entre outras coisas: "ninguém que faz tal pergunta realmente acha que não podemos distinguir entre, digamos, uma galinha e um maço de alface" e "A árvore não é o tipo de entidade que se importa com o que fazemos a ela".


*Texto de Gary L. Francione publicado no blog Vida Vegetariana, Cristina Maejima, mtv.com.br.

10 comentários:

lyani disse...

"A árvore não é o tipo de entidade que se importa com o que fazemos a ela"

E quem é o expert que conseguiu conversar com a árvore pra afirmar isso?

Bem, de qq forma, tenho que ler o texto todo pra poder argumentar.

De qq forma, acho bem menos drástico comer alface do que uma galinha...rs...

Ah, tem meme e selinhos pra vc no meu blog!

Gracyelly disse...

As pessoas são curiosas mesmo. E se ficarmos nos preocupando em responder cada uma dessas perguntas, ficaremos por conta. Acredito que cada um tem suas próprias escolhas, e a partir do momento que o outro começar a respeitar isso, sem tanto questionar, td fica mais fácil.

@line-;-- disse...

Eu respeito vc amigo! :)

Bjm

landika disse...

Este já não era um debate superado??? Eu sinceramente gosto muito de um cardápio variado.

dZ disse...

so motivo pra linka o texto :P

lyani disse...

Ei, depois dá um pulinho no Cálculo e no seu orkut! :D
Eu também me deslumbrei com os prédios espelhados hehehe
bjosss

Helena Nascimento disse...

Só porque o maço de alface não tem como se expressar não quer dizer que ele também não sofra ao ser comido!

































Tô zoando. :P
hihihihihihi
Bjos garotoverde que faz comentários maliciosos em outros blogs.

dZ disse...

eu ia pergunta se vcs acreditam mesmo que a alface é um serzinho em coma, hehehe, mas depois de esculhambarem meus comentarios eu vo fica quieto :P

Di disse...

Bom, o importante mesmo é não passar fome.

Liva disse...

Super admiro quem toma a decisão de virar vegetariano. Só num guento nego com discurso de "protejam as vacas" e yadda yadda yadda. Odeio mato. :|