segunda-feira, 14 de setembro de 2009

O retrato é o lugar da ausência


(Rubem Alves)

4 comentários:

Anna Flávia disse...

Eu gosto dessa ilusão. E gosto do Rubem Alves tb. :)

Beijo!

Anna Flávia disse...

E é. Gosto da certeza da eternidade. :)

Vanessa disse...

A psicologia diz, que se uma pessoa acredita em uma coisa mesmo que irreal, para aquele que nela acredita, ela é real.
O amor pode ser uma real ilusão...real por se confirmar de fato ilusória, ou real por acreditarmos de fato em sua existência.
Real ou não, o importante é que seja sincero!

Kátia Ruivo disse...

quero viver eternamente iludida...