domingo, 3 de maio de 2009

Coisas

Sabe, ficar inerte (corporalmente, até pela pequena "dor de garganta" viral non mexicana e pelos bolos dados e recebidos) é interessante. Por um lado um turbilhão de pensamentos desconexos, uma sensação de "perda de tempo" e a ansiedade cumulativa e antecipada da semana. Por outro a oportunidade de simplesmente não fazer nada, relembrar que gosto de Marisa Monte (documentario legal o dela que passa na GNT), que está frio mas um banho quente torna-se ainda mais agradável e que postura é tudo (se não tudo, muito).



Vim de um clima quente e abafado, mas banhado a mar e piscina. Me desacostumei muito rapido com o frio que encontrei na volta. E quanto mais parado, menos calor geramos, e ausência de calor é frio, simples assim.



Mas como temos ciclos, fases e tudo mais, talvez isso não incomode no momento. Há quem hoje passe por desertos maiores, espinhudos até. O que me lembra (do nada) que gosto de algumas linhas para seguir, dão a sensação de que existe algo além.



E, dentre outras constatações, sorrio por ter um blog sem temas ou regras definidas. Poder misturar assuntos, divagar, postar ou não postar não deixa de ser um fragmento de liberdade errante.

11 comentários:

landika disse...

Isso me lembra algo...sabia que estou lendo os livros com tirinhas da turma do Charlie? É, aqui tb é deserto e faz frio, principalmente a noite.

Gracyelly disse...

Era quase impossível seu corpo não sentir o choque da troca brusca de temperatura. Mas você, melhor do que eu, sabe como cuidar dessa dor.
Se os pensamentos estão desconexos, não se preocupe, o tempo se encarrega de resolver isso.
Já a ansiedade e essa sensação, amanhã não existirão mais. Por mais que a rotina desgaste, é nela que nos encontramos. Ontem escutei uma frase que talvez exemplifique isso: “é bom voltar”.
Marisa Monte é uma boa companhia sim em dias frios. O banho quente melhor ainda! Indicaria também uma boa xícara de chocolate quente.
Nem toda fase é boa, mas necessária. Traz aprendizado, amadurecimento e mudanças. E sempre ao final delas, essa tal linha se mostra mais forte, com um brilho mais intenso. Não que ela não estivesse ali antes.
Sabia que o sorriso atrai coisas boas?

Liliane. disse...

Achei que depois da minha visita vc iria me visitar. Tbm estou me achando colorida DEMAIS.

aCREDITA que estava deitada tendo dormindo, acordando, e tendo pesadelos?
ai ai.

Beijos.

Fiquei surpresa por ver que o teu blog tá vivo:P

Agora, deixe-me ver o que vc escreveu.

Depois vou tentar dormir sem ter pesadelos.

Teh.

Anônimo disse...

Fragmento de liberdade errante...hum!!!

Vanessa

poetriz disse...

Quando a gente está deprimido, é melhor ficar em outra postura. Corcunda assim dá problemas de coluna...

Essa melancolia deve ser por conta do frio.

Bjs!

Liva disse...

Ah, adorei esse post!

Também adoro Marisa Monte e adoro ter um blog sem temas ou regras definidas, hahaha.

Beijoca!

Helena disse...

Estou qualquer coisa menos inerte ultimamente...

(mas ficar inerte é tão bom... eu devia ter aproveitado mais... hahahaha)

Olha, no texto da coluna do lado do seu blog tem "árvres". As árvres de Fernando Pessoa?
:P

poetriz disse...

"E os galhos somos nozes..."

=P

landika disse...

su cactus tiene fror en la cabecita espinhuda!!!

Di disse...

Adorei o blog de ilustrações!
Espero que esteja se sentindo melhor.
beju

Di disse...

Postura boa é atraente, nada de andar encurvado, écati!